Notícias

A Robótica Móvel é uma área da indústria que evolui rapidamente, orientada para soluções dentro das quais o técnico de robótica tem um papel significativo e crescente. A robótica móvel é uma parte importante da indústria, com aplicações em diversos sectores, incluindo manufatura, agricultura, aeroespacial, medicina entre outras.

Um técnico de robótica trabalha em escritórios, fábricas ou laboratórios.  Projeta, mantém e desenvolve novas aplicações conduzindo pesquisas para expandir o potencial dos robôs.

Os técnicos de robótica devem estar familiarizados com lógica, microprocessadores, mecânica, maquinação e programação de computadores para que possam projetar o robô certo para cada aplicação. Devem também preparar especificações para o modo como se relacionam com o ambiente de trabalho.

Além disso, os técnicos de robótica são responsáveis por um design eficiente em termos de custos e controle de qualidade. Fundamentais para o técnico de robótica são as competências relacionadas com a organização do trabalho e autogestão. Excelente comunicação, relação interpessoal e disponibilidade especial para trabalhar em equipa. A capacidade de ser inovador e criativo na resolução de desafios tecnológicos e na geração de soluções também é essencial.

Em contexto de competição mundial, uma prova de robótica desenvolve-se nestes moldes (clique no link para ver o vídeo no YouTube).

 

A prova de robótica desenvolve-se em equipa. Em Budapeste, são os robóticos do CINEL, Cleiton Lima, de 20 anos, e Pedro Pereira, de 19, que vão mostrar que ainda são os homens que comandam a máquina. Nós falámos com eles:

continuar a ler… »


Enquadrado no estágio da equipa portuguesa que vai representar Portugal no Campeonato Europeu das Profissões, EuroSkills, Budapeste 2018, decorre hoje o seminário “A mais valia da formação profissional para o mercado de trabalho – histórias de sucesso”.


continuar a ler… »


Está a decorrer, de 2 a 7 de setembro, no IEFP – Centro de Emprego e Formação Profissional de Setúbal, o segundo estágio da seleção de 20 jovens que vai representar Portugal no Campeonato Europeu das Profissões, o EuroSkills Budapeste 2018.

Esta representação está a ser preparada de forma intensa, pelas diversas entidades formadoras de origem dos concorrentes, mas também pela WorldSkills Portugal, através de 2 semanas de preparação/estágios onde os concorrentes e os respetivos jurados e preparadores ficam em regime de internato.

continuar a ler… »


O esteticista trabalha, na maior parte dos casos, no setor comercial, oferecendo serviços especializados, tratamentos e conselhos para a pele, cuidados com o corpo, massagem e maquilhagem a clientes individuais. Este profissional tem uma responsabilidade contínua de trabalhar profissional e interactivamente com o cliente. O esteticismo está intimamente associado a outras partes do setor dos serviços, como cabeleireiro, moda e meios de comunicação.

O esteticismo tem um importante papel terapêutico no apoio à auto-estima e confiança do indivíduo, podendo também ajudar a minorar os efeitos de doenças e, eventualmente, maximizar a própria recuperação.

O esteticista trabalha em diversos ambientes, incluindo salões grandes ou pequenos centros de lazer e organizações relacionadas com a saúde. Os serviços e tratamentos especializados oferecidos pelo esteticista dizem respeito ao rosto, corpo, pés, mãos e unhas, podendo especializar-se, por exemplo, em manicura ou pedicura. Independentemente disso, a organização do trabalho e gestão, atitude profissional, atendimento ao cliente e as relações são os atributos universais do esteticista de excelência.

Todas estas componentes da profissão estão bem patentes em contexto de competição, como se pode ver por este vídeo.

 

A concorrente que vai representar Portugal no EuroSkills, Budapeste 2018 é Carla Ribeiro, de 21 anos. Vamos conhecê-la um pouco melhor.

continuar a ler… »


O Soldador é o profissional que efetua a soldadura de conjuntos, estruturas e tubagens metálicas,

utilizando os equipamentos e as ferramentas adequados, de acordo com as instruções técnicas e cumprindo as exigências de qualidade expressas nas normas e códigos específicos da atividade e

respeitando as normas de segurança, higiene e saúde no trabalho e de proteção do ambiente.

Em contexto de competição é isto que acontece numa prova de soldadura.

 

O concorrente nesta profissão é André Pedrosa, de 20 anos, que atualmente trabalha na área da soldadura na empresa ANR – Armindo Ruivo & Filhos Lda., onde a WorldSkills Portugal se encontrou com ele para uma breve conversa.

continuar a ler… »